Se a internet é a rede mundial onde todos, (literalmente todos), podem estar, vender; a dificuldade é conseguir chegar a quem nos interessa (dada a imensidão de utilizadores). Ora, essa é a missão do marketing digital pois sem ele é como se estivéssemos a vender uma caixa sem rótulo e sem especificações. As pessoas até podem ver, mas estarão mais aptas a comprar quanto mais seguras estiverem sobre o produto/serviço. Então, podemos dizer que o marketing digital é a compilação de técnicas e ferramentas que dão a um site (ou página de internet) o poder de gerar lucros e agregar clientes de diversos nichos. Já se sabe que o novo Quadro Comunitário vai privilegiar a inovação. Segundo o Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional os apoios vão contemplar ?inovação ao nível dos produtos, dos métodos de fabrico, dos materiais, da organização, da informatização, da criação de circuitos comerciais, do reforço da presença na Web.? Posto isto, é hora das empresas portuguesas repensarem a sua estratégia; de traçarem planos; de reformularem o seu website ou de criar um novo canal de vendas através da loja online. Não tem especialistas na empresa para colocar em prática o projeto? Os apoios comunitários também prevêm a contratação de recursos humanos habilitados. Outra opção é outsourcing; contratando uma agência especializada. Por onde começar? O marketing digital é amplo tal como o marketing tradicional, pelo que este deve ser usado mediante as características do negócio. Se estamos a falar de uma indústria têxtil com certeza precisamos de uma estratégica de marketing diferente do que se estivéssemos a falar de uma startup de tecnologia. É necessário antes de mais criar objetivos. Comecemos com o site da sua empresa: qual o objetivo do site? O desenvolvimento de um simples website institucional deve obedecer aos objetivos da organização mantendo, acima de tudo, a informação atualizada.